ESTÁDIOS DE CRESCIMENTO DO SORGO FORRAGEIRO SOB DIFERENTES CONDIÇÕES TERMOFOTOPERIÓDICAS/ GROWTH STAGES OF FORAGE SORGHUM UNDER DIFFERENT THERMO-PHOTOPERIOD CONDITIONS

ALESSANDRO GUERRA DA SILVA, VALTERLEY SOARES ROCHA, CARLOS ALBERTO MARTINEZ Y HUAMAN, PAULO ROBERTO CECON, ARLEY FIGUEIREDO PORTUGAL, ITAMAR ROSA TEIXEIRA

Resumo


A fim de obter mais informações dos estádios de crescimento de cultivares de sorgo em diferentes épocas de semeadura, efetuou-se um experimento no campo experimental do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa, durante o ano agrícola 1999/2000. Implantaram-se os experimentos na primeira quinzena dos meses de outubro de 1999 a maio de 2000. 0 delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com quatro repetições. Os cultivares de sorgo AG 2002, BR 501, BR 506, BR 601, BR 602 e BR 700 (forrageiros), AG 2005E e Massa 03 (duplo propósito), e AG 2501C e BRS 800 (corte e pastejo) foram utilizados em cada época de semeadura. Os estádios de crescimentos de cada cultivar foram avaliados, pelo teste de Scott-Knott, comparando-se os grupos de médias dos tratamentos. Os resultados obtidos permitiram concluir que o fotoperiodo e a temperatura apresentaram efeitos no EC 1, enquanto somente a temperatura apresentou efeito nos EC 2 e 3. 0 sorgo BR 506 apresentou o maior período de juvenilidade, e o BRS 800 foi o mais precoce para a diferenciação floral (EC 1). Os cultivares de duplo propósito e os de corte e pastejo apresentaram maior número de dias do EC2 nas semeaduras de abril e maio, e o AG 2005E apresentou o menor valor para essa característica na maior parte das semeaduras. O BRS 800 e o BR 506 apresentaram o menor e o maior número de dias do EC3 na maioria das semeaduras, respectivamente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.