APLICAÇÃO DO MÉTODO BAYESIANO NA ESTIMAÇÃO DE CURVA DE CRESCIMENTO EM ANIMAIS DA RAÇA NELORE/ GROWTH CURVES OF NELORE CATTLE: A BAYESIAN APPROACH

NATASCHA ALMEIDA MARQUES DA SILVA, JOEL AUGUSTO MUNIZ, FABYANO FONSECA E SILVA, LUIZ HENRIQUE DE AQUINO, TARCÍSIO DE MORAES GONÇALVES

Resumo


As curvas de crescimento geralmente são obtidas por meio do ajuste de funções matemáticas não-lineares, em dois estágios: inicialmente, ajustam-se curvas individuais e, posteriormente, identificam-se efeitos ambientais e genéticos sobre os parâmetros dessas curvas. Porém, este tipo de análise estatística promove perdas de informações por não considerar diretamente esses efeitos no processo de obtenção das curvas. Dessa forma, o método bayesiano constitui solução viável por permitir a realização de uma análise conjunta desses dois estágios. Esse método foi utilizado para ajustar o modelo de Gompertz a dados de peso-idade de gado Nelore. As distribuições marginais a posteriori dos parâmetros “a”(peso na maturidade), R (matriz de covariância residual), ??(vetor de efeitos fixos) e ??2 e (variância do erro) foram obtidas por meio do algoritmo Gibbs Sampler, e as dos parâmetros “b”(parâmetro de integração) e “k” (taxa de maturidade) por meio do algoritmo Metropolis-Hastings. Os efeitos ambientais considerados foram: sexo, idade da vaca no parto e estação de nascimento dos animais. Os resultados permitiram evidenciar que não houve influência de época e idade da vaca no parto sobre os parâmetros das curvas. Em relação ao sexo, os machos apresentaram maior peso adulto(a) em relação às fêmeas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.