Antibiose de oito genótipos de Lycopersicon a Tuta absoluta (Lepidptera: Gelechiidae

LUCIANO ANDRADE MOREIRA, Marcelo Coutinho Picanço, Gerson Adriano Silva, Altair Arlindo Semeão, Vicente Wagner Dias Casali, Mateus Ribeiro de Campos, Maria Elisa de Sena Fernandes, Vânia Maria Xavier

Resumo


A traça-do-tomateiro [Tuta absoluta (Meyrick)] é a praga mais importante em várias áreas de produção de tomate no Brasil. Espécies silvestres de Lycopersicon, como L. hirsutum e L. peruvianum, têm mostrado possibilidades de utilização em programas de melhoramento visando à obtenção de variedades comerciais resistentes a pragas. Este trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento e a sobrevivência de lagartas recém-eclodidas de T. absoluta em oito genótipos de tomateiros: Santa Clara; L. pimpinellifolium (PI 126931); L. peruvianum (PI 306811; PI 128659; LA 444-1; BG 3286; CNPH 374); e L. hirsutum f. glabratum (PI 134417). Lagartas recém-eclodidas foram individualizadas em vidros contendo areia aos quais foram fixados pecíolos de folhas de tomate (um pecíolo por vidro). Em seguida, os vidros foram recobertos com filme plástico de PVC e colocados em BOD sob temperatura de 25 °C e umidade relativa de 70%. Acompanhou-se o desenvolvimento nas trocas de folhas, a cada três dias, até se obter a segunda geração do inseto. Houve efeito dos genótipos na mortalidade de lagartas somente na segunda geração (90,0% para PI 134417

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.