Tratamento químico de sementes de mamão, visando ao armazenamento prolongado e ao controle do tombamento

SILVIA DE CARVALHO CAMPOS BOTELHO, Silvaldo Felipe da Silveira, Roberto Ferreira da Silva, Alexandre Pio Viana

Resumo


O tombamento é uma doença de viveiro de grande importância econômica na cultura do mamoeiro e o tratamento de sementes pode ser uma medida eficaz para seu controle. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar a qualidade de sementes de mamão, tratadas com fungicidas, em formulação pó molhável, e armazenadas sob duas condições de acondicionamento (embalagens) e de ambiente. Adicionalmente, avaliou-se a eficiência do tratamento com fungicidas no controle do tombamento causado por Rhizoctonia solani. Sementes de mamoeiro (cv. Golden) foram tratadas com os fungicidas captan, tolylfluanid e mistura captan+tolylfluanid. Sementes sem tratamento constituíram a testemunha. As sementes foram armazenadas por nove meses em duas condições: (i) acondicionadas em papel aluminizado e mantidas a 7±1 ºC; (ii) acondicionadas em papel permeável tipo kraft e mantidas em ambiente não controlado. No início e a cada três meses, avaliaram-se a qualidade das sementes (testes de vigor e de germinação), a emergência, o índice de velocidade de emergência, a altura, a massa da matéria seca e o tombamento de plantas, em pré e pós-emergência (substrato com e sem inóculo micelial de R. solani). Ambas as condições de armazenamento bem como os tratamentos fungicidas preservaram a germinação e o vigor das sementes. No substrato infestado, a emergência de plântulas foi favorecida pelos fungicidas, mas, em pós-emergência, estes, sozinhos, não controlaram o tombamento causado por R. solani. Já, em substrato limpo não se observaram sintomas de tombamento. Conclui-se que os tratamentos fungicidas poderão ser utilizados no pré-tratamento de sementes de mamoeiro, para fins de armazenamento prolongado e comercialização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.