Potencial fertilizante da serrapilheira de espécies lenhosas da Caatinga na recuperação de um solo degradado

Anacláudia Alves Primo, Maria Diana Melo, Graziella de Andrade Carvalho Pereira, Ludmyla Araújo Silva, Francisco Éden Paiva Fernandes, Henrique Antunes de Souza

Resumo


O uso da serrapilheira de espécies lenhosas da Caatinga na recuperação de solos degradados é alternativa interessante por contribuir com o retorno de nutrientes para o solo, favorecendo a ciclagem de elementos e a melhoria da fertilidade. Assim, objetivou-se mensurar os efeitos da aplicação dos resíduos da serrapilheira de oito espécies lenhosas da Caatinga sobre a fertilidade de um solo degradado e sobre a produção de sorgo. O ensaio foi conduzido em casa de vegetação, num Planossolo coletado em área degradada do município de Irauçuba-CE. Foram coletadas folhas sem sinal de decomposição, das espécies mofumbo, sabiá, jurema-preta, jucá, catingueira, pereiro, pau-branco e marmeleiro. A planta testada foi o sorgo, BRS Ponta Negra. Para tanto, adotou-se o delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e cinco repetições, com doses equivalentes a: 0, 15, 30, 60 e 120 kg ha-1 de N para cada espécie, totalizando 25 unidades experimentais. Aos 75 dias após a germinação foi realizado o corte das plantas, estas foram secas em estufa para a quantificação da massa seca total e realizada a análise de N-total, e o cálculo do acúmulo de N. A amostragem do solo para análise de fertilidade foi feita após o corte do sorgo. Observou-se que o incremento das doses dos resíduos de mofumbo, jucá, catingueira, pereiro e pau-branco elevou as concentrações de P, K, Ca e Mg, aumentando assim a CTC do solo, o resíduo de marmeleiro acidificou o solo. Jurema e pau-branco elevaram a produção de biomassa do sorgo e acúmulo de N.

Palavras-chave


fertilidade do solo, resíduos orgânicos, Sorghum bicolor.

Referências


Alcântara FA, Furtini Neto AE, Paula MB, Mesquita HA & Muniz JA (2000) Adubação verde na recuperação da fertilidade de um Latossolo Vermelho-Escuro degradado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 35:277-288.

Alves JJA, Araújo MA & Nascimento SS (2009) Degradação da caatinga: uma investigação ecogeográfica. Revista Caatinga, 22:126-135.

Amaral AS, Anghinoni I & Deschamps FC (2004) Resíduos de plantas de cobertura e mobilidade dos produtos da dissolução do calcário aplicado na superfície do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 28:115-123.

Amorim LB, Salcedo IH, Pareyn FGC & Alvarez IA (2014) Assessment of nutrient returns in a tropical dry forest after clear-cut without burning. Nutrient Cycling in Agroecosystems, 100:1-10.

AOAC (2002) Official Method 990.03. Protein (crude) in animal feed, combustion method. Official Methods of Analysis of AOAC International. 18th edition. AOAC International, Arlington, VA, USA (pp. 30–31 (Chapter 4)).

Berg B (2000) Litter decomposition and organic matter turnover in northern forest soils. Forest Ecology and Management, 133:13-22.

Braccini A de L, Brito CH de, Pônzio JB, Moretti CL & Loures EG (1995) Efeito da aplicação de resíduos orgânicos com diferentes relações C/N sobre algumas características químicas de um Latossolo Vermelho-Escuro. Revista Ceres, 42:671-684.

Cavalcante LF, Silva GF, Gheyi RH, Dias TJ, Alves J do C & Costa A de PM da (2009) Crescimento de mudas de maracujazeiro amarelo em solo salino com esterco bovino líquido fermentado. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, 4:414-420.

Duiker SW & Beegle DB (2006) Soil fertility distributions in long-term no-till, chisel/disk and moldboard plow/disk systems. Soil and Tillage Research, 88:30-41.

Eira AF & Carvalho PCT (1970) A decomposição da matéria orgânica pelos microrganismos do solo e sua influência nas variações do pH. Revista de Agricultura, 45:15-21.

Fernandes VLB (1993) Recomendações de adubação e calagem para o Estado do Ceará. Fortaleza, Imprensa Universitária. 247p.

Ferreira DF (2011) SISVAR: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, 35:1039-1042.

Franchini JC, Miyazawa M, Pavan MA & Malavolta E (1999) Dinâmica de íons em solo ácido lixiviado com extratos de resíduos de adubos verdes e soluções puras de ácidos orgânicos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 34:2267- 2276.

Freire MBGS & Freire FJ (2007) Fertilidade do solo e seu manejo em solos afetados por sais. In: Novais RF, Alvarez VVH, Barros NF, Fontes RLF, Cantarutti RB & Neves JCL (Eds.) Fertilidade do solo. Viçosa, SBCS. p.929-954.

Gama-Rodrigues AC, Gama-Rodrigues EF & Brito EC (2007) Decomposição e liberação de nutrientes de resíduos culturais de plantas de cobertura em argissolo vermelho-amarelo na região noroeste Fluminense (RJ). Revista Brasileira de Ciência do Solo, 31:1421-1428.

Holanda JS, Vitti GC, Salviano AAC, Medeiros JDF & Amorim JRA (1998) Alterações nas propriedades químicas de um solo aluvial salino-sódico decorrentes da subsolagem e do uso de condicionadores. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 22: 387-394.

Jama BA & Nair PKR (1996) Decomposition and nitrogen mineralization patterns of Leucaena tropical semiarid conditions Kenya. Plant and Soil, 179: 275-285.

Kiehl JE (1985) Fertilizantes orgânicos Piracicaba, Agronômica Ceres Ltda. 492p.

McDonagh JF, Toomsan B, Limpinuntana V & Giller KE (1995) Grain legumes and green manures as pre-rice crops in Northeast Thailand. II. Residue decomposition. Plant and Soil, 177:127-136.

Meurer EJ (2006) Potássio. In: Fernandes MS (Ed.) Nutrição mineral de plantas. Viçosa, UFV. p. 281-298.

Miyazawa M, Pavan MA, Muraoka T, Carmo CAFS & Mello WJ (2009) Análise química de tecido vegetal. In: Silva, F. C. (Ed.) Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. Brasília, Embrapa Informática Tecnológica. p.191-233.

Nicolodi M, Anghinoni I & Gianello C (2008) Relações entre os tipos e indicadores de acidez do solo em lavouras no sistema plantio direto na região do Planalto do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 32: 1217-1226.

Pavinato OS & Rosolem CA (2008) Disponibilidade de nutrientes no solo: Decomposição e Liberação de Compostos Orgânicos e Resíduos Vegetais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 32: 911-920.

Pegado CMA, Barbosa LJN, Mendes JEMF, Souto PC & Souto JS (2008) Decomposição superficial e subsuperficial de folhas de fava (Phaseolus lunatus L.) na região do Brejo da Paraíba, Brasil. Revista Caatinga, 21: 218-223.

Pereira MG, Silva NA, Paula RR & Menezes LFT (2012) Aporte e decomposição de serapilheira em floresta periodicamente inundável na restinga da Marambaia, RJ. Ciência Florestal, 22: 59-67.

Perez J & Jeffries TW (1992) Roles of manganese and organic acid chelators in regulating lignin degradation and biosynthesis of peroxidases by Phanerochate chrysosporium. Applied and Environmental Microbiology, 58: 2402-2409.

Sampaio EVSB, Salcedo IH & Silva FBR (1995) Fertilidade de Solos do Semi-Árido do Nordeste. In: Pereira JR & Faria CMB (Eds.) Fertilizantes: insumo básico para agricultura e combate à fome. Petrolina, Embrapa/SBCS. p. 51-71.

Sampaio EVSB, Sampaio Y de SB, Vital T, Araújo MSB & Sampaio GR (2003) Desertificação no Brasil: conceitos, núcleos e tecnologias de recuperação e convivência. Recife, Editora Universitária da UFPE. 202p.

Santos HG dos, Jacomine PKT, Anjos LHC dos, Oliveira VA de, Lumbreras JF, Coelho MR, Almeida JA de, Cunha TJF & Oliveira JB de (2013) Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3ª ed. Brasília, Embrapa. 353p.

Senger CCD, Kozloski GV, Sanches LMB, Mesquita FR, Alves TP & Castagnino DS (2008) Evaluation of autoclave procedures for fibre analysis in forage and concentrate feedstuffs. Animal Feed Science and Technology, 146:169–174.

Silva FC, Abreu MF, Pérez DV, Eira PA, Abreu CA, Raij B van, Gianello C, Coelho AM, Quaggio JÁ, Tedesco MJ, Silva CA, Cantarella H & Barreto WO (2009) Métodos de análises químicas para avaliação da fertilidade do solo. In: Silva FC (ed.) Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. Brasília, Embrapa Informação Tecnológica. p. 107-190.

Souza HA, Fernandes JKS, Primo AA, Melo MD, Silva LA, Pereira G de AC, Pompeu RCFF, Guedes FL & Oliveira FRA de (2016) Potencial fertilizante de resíduos do estrato lenhoso de leguminosas da Caatinga como estratégia de recuperação de solo degradado cultivado com culturas anuais. Sobral, Embrapa Caprinos e Ovinos. 13p. (Comunicado Técnico, 158).

Van Soest PJ, Robertison JB & Lewis BA (1991) Methods for dietary fiber, neutral detergent fiber and nonstarch polysaccharides in relation to animal nutrition. Journal of Dairy Science, 74:3583-3597.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.