Distribuição espacial e temporal da entalpia em um aviário aquecido por fornalha industrial

Patrícia Ferreira Ponciano Ferraz, Gabriel Araujo e Silva Ferraz, Tadayuki Yanagi Junior, Luis Fillipe Leal de Melo, Jaqueline de Oliveira Castro, Daiane Cecchin

Resumo


A entalpia é uma propriedade termodinâmica que pode ser usada na avaliação do ambiente térmico para frangos, pois considera as variáveis meteorológicas que mais influenciam no conforto térmico animal, a temperatura do bulbo seco e a umidade relativa do ar. Objetivou-se com o presente trabalho, analisar e comparar a variabilidade espacial da entalpia em um aviário de frangos durante três períodos do dia (manhã, tarde e noite) por 14 dias de vida das aves, empregando técnicas geoestatísticas. O experimento foi realizado em um aviário comercial onde estavam alojados 28.000 pintinhos machos da linhagem Cobb localizado na mesorregião oeste de Minas Gerais. O sistema de aquecimento consistia em um forno industrial de metal com queima indireta de biomassa. O ar aquecido foi insuflado por um motor CA, 2206 W de potência, 1725 RPM. Utilizou-se técnicas de geoestatística por meio de análises de semivariograma e confecção de mapas de isocores por meio de interpolação dos dados por krigagem. O semivariograma foi ajustado pelo método da Máxima Verossimilhança Restrita. O modelo matemático utilizado foi o esférico. Após o ajuste dos semivariogramas foi realizada a interpolação dos dados por krigagem ordinária. Os semivariogramas juntamente com os mapas de isocores permitiram identificar a não-uniformidade da distribuição espacial da entalpia ao longo do aviário durante três períodos dos 14 dias análisados. Observou-se também possíveis falhas no sistema de aquecimento, principalmente no período da noite, o que pode ser uma fonte de desconforto para as aves e consequentemente gerar perdas produtivas e econômicas.

Palavras-chave


avicultura; ambiência; geoestatística; pintinhos

Referências


Albright D. (1990) Environment control for animals and plants. ASAE Textbook, 4. American Society of Agricultural Engineers Michigan, St. Joseph. 453p.

Cambardella, C. A.; Moorman, T. B.; Parkin, T. B.; Karlen, D. L.; Novak, J. M.; Turco, R. F. & Konopka, A. E. (1994) Field scale variability of soil properties in Central Iowa soils. Soil Science Society of America Journal, 58:1501-1511.

Carvalho, da C. S. C.; dos Santos, T. C.; Da Silva, G. C.; Santos, L. V; Moreira, J. M. de S. & Botelho, L. F. (2014) Conforto térmico animal e humano em galpões de frangos de corte no semiárido mineiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18:769-773.

Cordeiro, M. B.; Tinôco, I. D. F. F.; Silva, J. N.; Vigoderis, R. B.; Pinto, F. D. A. D. C. & Cecon, P. R. (2010) Conforto térmico e desempenho de pintos de corte submetidos a diferentes sistemas de aquecimento no período de inverno. Revista Brasileira de Zootecnia, 39:217-224.

Cordeiro, M. B.; Tinôco, I. de F. F.; Mesquita Filho, R. M. de. & Sousa, F. C. (2011) Análise de imagens digitais para a avaliação do comportamento de pintainhos de corte. Engenharia Agrícola, 31:418-426.

Ferraz, G. A. E. S.; Silva, F. M. da.; Oliveira, M. S. de.; Paiva, A. A. & Ferraz, P. F. P. (2017a) Variabilidade espacial dos atributos da planta de uma lavoura cafeeira. Revista Ciência Agronômica, 48:81–91.

Ferraz, P. F. P.; Junior, T. Y.; De Lima, R. R.; Araujo, G., Ferraz, S. & Xin, H. (2017b) Desempenho de pintinhos submetidos a estresse térmico. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 52:113-120.

Ferraz, P. F. P.; Junior, T. Y.; Ferraz, G. A. S.; Schiassi, L. & Campos, A. T. (2016) Variabilidade espacial da entalpia em galpões avícolas na fase de aquecimento. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 20:570-575.

Medeiros, M.M.; Baêta, F.C.; Oliveira, R.F.M.; Tinôco, I.F.F.; Albino, L.F.T. & Cecon, P.R. (2005) Efeitos da temperatura, umidade relativa e velocidade do ar em frangos de corte. Engenharia na Agricultura, 13:277-86.

Menegali, I.; Tinoco, I. F. F.; Carvalho, C. C. S.; Souza, C. F. & Martins, J. H. (2013) Comportamento de variáveis climáticas em sistemas de ventilação mínima para produção de pintos de corte. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 17:106-113.

Nascimento, G. R.; Naas, I. A.; Baracho, M. S.; Pereira, D. F. & Neves, D. P. (2014) Termografia infravermelho na estimativa de conforto térmico de frangos de corte. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 18:658-663.

Nazareno, A. C.; Silva, I. J. O.; Nunes, M. L. A.; Castro, A. C. De; Miranda, K. O. S. & Trabachini, A. (2012) Caracterização bioclimática de sistemas ao ar livre e confinado para a criação de matrizes suínas gestantes. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 16:314-319.

Ponciano, P. F.; Junior, T. Y.; Lima, R. R. De; Schiassi, L. & Teixeira, V. H. (2012) Adjust of regression models to estimate the rectal temperature of broilers for the first 14 days of life. Engenharia Agrícola, 32:10-20.

R Development Core Team. (2017) R: A language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing. Disponível em:. Acessado em: 22 de Agosto de 2017.

Ribeiro Jr., P. J.; Diggle, P. J. (2011) geoR: A package for geostatistical analysis. R-News, v. 1, n. 2, p. 15–18. Disponível em: . Acessado em: 22 de Agosto de 2017.

Rodrigues, V. C.; Silva, I. J. O.; Vieira, F. M. C. & Nascimento, S. T. (2010) A correct enthalpy relationship as thermal comfort index for livestock. International Journal Biometeorology, 55:455-459.

Sartori, J. R.; Gonzales, E.; Macari, M.; Pai, V. D. & de Oliveira, H. N. (2003) Tipos de fibras no musculo flexor longo do hálux de frangos de corte submetidos ao estresse pelo calor e frio e alimentados em “pair-feeding”. Revista Brasileira de Zootecnia, 32: 918-925.

Silva, G. C.; Nascimento, M. R. B. de M.; Penha-Silva, N.; Fernandes, E. de A.; Vilela, D. R. & Souto, M. M. (2015) Suplementação com zinco e selênio em frangos de corte submetidos a estresse cíclico de calor. Revista Ceres, 62:372–378.

Staub, L.; Moares, M. D. G. De; Santos, M. G.; Komiyama, C. M.; Gonçalves, N. S.; Fernandes Junior, R. B.; Ton, S. P. A. & Roque, F. A. (2016) Ambiência interna e externa em galpão de frangos de corte nas diferentes épocas do ano e fases de criação. Nativa, 4:128–133.

Trangmar, B. B.; Yost, R. S. & Uehara, G. (1985) Applications of geostatistics to spatial studies of soil properties. Advances in Agronomy, 38:45-94.

Vieira, F. M. C.; Silva, I. J. O.; Nazareno, A. C.; Faria, P. N. & Miranda, K. O. S. (2016) Termorregulação de pintos de um dia submetidos a ambiente térmico simulado de transporte. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, 68:208-214.

Vigoderis, R. B.; Cordeiro, M. B.; Tinôco, I. F. F.; Menegali, I.; Souza Júnior, J. P. & Holanda, M. C. R. (2010) Avaliação do uso de ventilação mínima em galpões avícolas e de sua influência no desempenho de aves de corte no período de inverno. Revista Brasileira de Zootecnia, 39:1381-1386.

Yanagi Junior, T.; Amaral, A. G.; Teixeira, V. H. & Lima, R. R. (2011) Caracterização espacial do ambiente termoacústico e de iluminância em galpão comercial para criação de frangos de corte. Engenharia Agrícola, 31:1-12.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.